Blog

O smartphone Poco X2 chega ao mercado com uma tela de 120 Hz e seis câmeras por US $ 225

O Xiaomi Poco é a mais o mais novo lançamento do mercado, e se tornou um dos smartphones mais conhecidos e populares da Índia, com o Poco F1, e o Poco X2. 

Como não foi diferente com as primeiras versões, é provável que esse novo modelo consiga ultrapassar os anteriores com suas especificações.

A lista de características e especificações é enorme, e o preço é baixo. O telefone da Xiaomi Poco com uma tela de 120 Hz e mais seis câmeras, por apenas US $ 225, tende a ser bastante competitivo no mercado.

Fonte: UOL

Quer ter a melhor internet do Brasil? Venha para a CLARO: https://clarocombomais.com.br/ 

Onde é fabricado o novo aparelho?

A Índia está na batalha pela fabricação dos smartphones, já que possui uma das combinações perfeitas estando entre a segunda maior população do mundo, e ter um mercado com menos regras abusivas, como o que é imposto pelo governo na China.

A empresa Xiaomi realmente foi atrás do país em 2018 para a fabricação do Poco F1, que tinha uma classe de especificações principal. E com isso, naturalmente esse primeiro modelo foi um sucesso total entre os indianos, mas, em contrapartida, havia muitas evidências de que o Poco era só uma estratégia.

Por cerca de seis meses, o Poco F1 foi o acordo na Índia, e a empresa faz o possível para restringir o apelo internacional que o aparelho tinha, diminuindo sua conectividade, bandas e tudo que era específico apenas na Índia.

Sobre o Poco X2

A marca Pocophone foi criada em 2018 e assim que foi lançada já chamou muita atenção por apresentar um smartphone que tinha um hardware muito top de linha, com um preço intermediário, isso devido há vários cortes na sua construção.

Quase dois anos depois e agora com uma operação mais independente da Xiaomi, a marca está lançando o Xiaomi Poco X2. Mantendo as excelentes especificações com preço mais baixo que seus concorrentes.

O Poco X2 é o segundo aparelho que leva a marca com o custo mais baixo da fabricante chinesa, e se trata de um smartphone bem avançado, com preço imbatível.

Abaixo da série 800 da Qualcomm, possui o chipset Snapdragon de 730G e o dispositivo possui o preço de apenas US$ 225 (cerca de R$ 950).

Como é possível um preço tão baixo?

Segundo o posicionamento da marca, o Xiaomi Poco atua somente na Índia, que já é muito competitivo na indústria dos celulares. Sem contar que o smartphone é praticamente um Redmi K30, que foi lançado na China, no final do ano passado, com outro nome e um design diferente. Isso significa que os custos da empresa foram mínimos.

Mas isso não quer dizer que o Xiaomi Poco X2 não seja competente, muito pelo contrário. Quem conhece o Redmi K30 sabe que ele é um ótimo aparelho, e possui foco para jogos.

E isso nos leva a querer entender mais sobre as suas especificações.

Características e especificações

  • Display de 6,7 polegadas
  • Taxa de atualização de 120 Hz
  • Bateria de 4.500 mAh
  • Carregador de 27 W de potência
  • Chipset Snapdragon de 730G
  • 8 GB de memória RAM
  • Com até 256 GB de memória extra por Micro SD.
  • Resfriamento líquido
  • Conector USB-C e P2 para fone
  • Leitor de impressão digital no botão de liga e desliga.

Câmeras

O conjunto de câmeras possui sensores de 64 Mp Sony IMX686, que contém mais de três sensores que trabalham juntos na parte traseira do celular (sendo de 8 MP, 2 MP E 2 MP), enquanto que o conjunto da parte frontal é de 20 MP e 2 MP.

Com isso as selfies também aproveitam o efeito desfocado de fundo, com uma ótima qualidade. A interface é a MIUI 11 que foi desenhada especificamente para esse modelo do Xiaomi Poco, portanto, tiveram sim, algumas alterações em relação ao Redmi K30.

Uma observação

É importante dizer que o Xiaomi Poco X2 não é exatamente o sucessor do F1. Existem rumores de que ainda exista um F2 em desenvolvimento, que teria uma série de 800 da Qualcomm e esse sim, poderia ser considerado um sucessor mais diretamente do Pocophone F1. Mas isso só será revelado futuramente.

Fonte: canaltech

A briga com a Realme

A briga que acontece na Índia das duas empresas chinesas que tentam dominar o país, está realmente interessante. A Realme cresceu cerca de 225% em 2019 e já é o 4º no país, principal concorrente da Xiaomi. 

Talvez por esse motivo, que a Poco tenha escolhido o nome X2, já que é o mesmo de um dos smartphones mais populares da Realme.

Embora os aparelhos sejam bastante parecidos, a Poco o Xiaomi Poco X2 sai na frente com a tela e a bateria que são maiores, sem contar do conjunto de câmeras com Hardware mais avançado e ainda um preço bem mais competitivo, devido ao fato de poder aumentar o seu armazenamento.